Lauro 

corado

(n. 1908, Aveiro - m. 1977, Lisboa)

 

“Tudo na Natureza me interessa como motivo pictórico, desde as mais pequenas e modestas coisas, essas em que ninguém repara, até ao retrato e quadro de grande composição histórica. Em tudo o que pinto me dou inteiramente como pintor e só sigo o meu próprio sentimento!”

(b. 1908, Aveiro - d. 1977, Lisbon)

 

“Everything in Nature interests me as pictorial motivation, from the smallest and most humble of things, those which nobody notices, to the portraits and paintings of great historical significance. In everything I paint, I surrender myself entirely as a painter and follow only my own feelings!”